Mais vale um pássaro na mão...

Mais vale um pássaro na mão...

Por / Desporto / quinta, 21 dezembro 2017 22:04

A Oliveirense poderia ter dado um pulo na tabela na receção ao Leixões mas, com o 1-1, segurou um importante ponto, depois de ter estado a perder no seguimento de um penálti que castigou o derrube de Belima na área por Ricardo Tavares – o mesmo que assinaria o golo do empate, ao minuto 49.

O Leixões – sexto na tabela à entrada da jornada – entrou melhor, a levar muito perigo para a baliza à guarda de Coelho, mas a Oliveirense conseguiu reagir e aos doze minutos até esteve de marcar com Riascos, na área, a arquear uma bola que Diogo Valente enviara da direita, só que o balão cruzado foi morrer no poste.

Animada pelo lance, a União - que cumpriu o sexto jogo sem derrotas - afirmou o domínio nesta fase da partida com Riascos, nadireita, a assistir João Mendes que não fez melhor que atirar ao lado, apesar de ter pela frente um André já meio batido.

O Leixões retomou o controlo do jogo e acabou por chegar ao golo perto da meia hora. Belima tentava ganhar a Ricardo Tavares na velocidade mas acaba por cair na área e, na cobrança do castigo máximo, Breitner não desperdiça, atirando rasteiro e junto ao poste direito. Coelho adivinhou o lado e quase intercetou o remate, mas não conseguiu impedir que a bola entrasse na ‘toca’.

O 0-1 galvanizou os locais, que levaram o jogo todo para o meio campo do Leixões, mas não estava fácil desmontar a defensiva visitante, que ainda contava com um guardião em bom plano: já nos 45 minutos, André foi crucial na protecção da vantagem forasteira, negando golo a um remate de João Mendes que levava selo de golo.

Antes do intervalo, pediu-se penálti a favor da Oliveirense por um lance semelhante ao que beneficiou o Leixões, e após o descanso – com a União a continuar melhor em campo – também, mas em nenhuma das ocasiões o árbitro assim o entendeu.

Foi aos 49 minutos que Ricardo Tavares restabeleceu o nulo no marcador, na cobrança de um livre que parecia ser um cruzamento mas que só parou no fundo da baliza, com o Leixões muito passivo a ficar a ver a bola passar mas a reagir de pronto com Evandro Brandão, cinco minutos depois, a tirar ao poste unionista.

O Leixões cresceu, passou a ter maior presença ofensiva, só que quando conseguia transpor a defensiva anfitriã ‘esbarrava’ num Júlio Coelho em bom plano.

Com o correr dos minutos o ritmo abrandou e só a espaços iam surgindo ocasiões de golo. A mais flagrante foi desperdiçada por Rafa, já nos descontos, que à boca da baliza e sem oposição falhou o cabeceamento de ’resposta’ a um pontapé de canto.

 

Ledman Liga Pro - 18.ª jornada

UD Oliveirense, 1

Leixões SC, 1

Ao intervalo: 0-1

Estádio Municipal de Aveiro

406 espectadores

Oliveirense: Júlio Coelho; Ricardo Tavares, Mathaus, Xandão, Alemão, João Amorim, João Mendes (Oliveira, 69), Filipe Gonçalves, Sérgio Ribeiro (Rafa, 64), Brayan Riascos, Diogo Valente (Fabian Cuero, 83). Suplentes: Kadú, Sérgio Silva, Boukassi, Serginho, Fabian Cuero. - Treinador: Pedro Miguel

Leixões SC: André; Derick ,Luís Silva (Amine, 76), Ricardo Alves, Jaime, Bruno Lamas, Stephen, Breitner (Sancidino, 85),  Evandro, Kukula (Okitokandjo, 73), Belima. Suplentes: Yeerjeti, M Costa, China, Yousouf. - Treinador: João Henriques.

Árbitro: Gonçalo Martins, auxiliado por Bruno Trindade e Alexandre Carneiro. 4.º Árbitro: Álvaro Mesquita.

Cartões Amarelos: Luís Silva (35’), Xandão (37’), Jaime (40’), Sérgio Ribeiro (54), João Mendes (66)

 

Marcadores: : 0-1 Breitner (29’,gp), 1-1 Ricardo Tavares (49),

Deixe um comentário

Aveiro

Muito Ensolarado
25°C
NE a 9.66 km/h /55%
Domingo
15°C / 21°C
Segunda
13°C / 23°C
Terça
15°C / 25°C
pub
Pneus Corujo
  • Popular
  • Comentários

Please publish modules in offcanvas position.